Máquinas que reconhecem emoções e como funciona a tecnologia 5G | Futurando


Máquinas que reconhecem emoções e como funciona a tecnologia 5G | Futurando (15/07/20)

 

Confira nesta edição do Futurando:

1:20 Cientistas da Alemanha estão empenhados em ensinar máquinas a identificar os sentimentos humanos, como alegria, raiva e tristeza. A nova tecnologia é promissora para, por exemplo, ajudar crianças autistas a aprender de forma lúdica ou para detectar estresse em motoristas e alertá-los de perigos.

6:16 Atribuir sentimentos ou alma aos animais faz sentido? Não é uma pergunta fácil de responder, afinal, até o próprio conceito de alma é algo muito diverso. Pesquisas recentes mostram, no entanto, que animais têm algo semelhante ao que se convencionou chamar de "alma humana".

9:15 Uma máquina capaz de filtrar um volume gigantesco de informações em pouquíssimo tempo. É isso que faz um compuatador quântico. Um deles foi desenvolvido pela Google e anunciado no final de 2019. Mas, afinal, como funciona um equipamento assim? Ele tem espaço na rotina de pessoas comuns? Ou ficará restrito aos laboratórios?

17:01 As sucessivas gerações de redes de telefonia móvel nos proporcionaram cada vez mais possibilidades. Compartilhar fotos ou filmes era impossível com as primeiras gerações. Mesmo um simples SMS só foi possível com o 2G. Agora, todos aguardam o 5G, que promete muito mais velocidade e eficiência energética. O Futurando mostra como funciona o 5G e as suas vantagens.

19:49 E com tantas antenas de celulares espalhadas pelo planeta, fica o questionamento: será que a radiação emitida pelos celulares representa risco para a saúde das pessoas? Estudos realizados com ratos nos Estados Unidos e na Itália revelam que os animais expostos à radiação celular desenvolvem mais tumores cerebrais malignos e de coração. Mas e para as pessoas, ela é perigosa?

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=jCbXgznu2CQ&t=601s


Categorias:

Internet | Tecnologia | Inteligência Artificial | Futuro | Relações Interpessoais |